Um poema triste…

16 jun

“Meu Coração Apertado
(Lídia)

Esta noite sinto-me
De coração apertado
Sem paz
Tudo me agonia
Uma dor imensa
Na alma já vazia
Sem saber bem
Que rumo tomar
Que fazer da vida
Neste pensamento aflito
Tento ordenar as imagens
E não consigo
Solto um grito
De mágoa sentida
E fico imóvel, apática
Esperando um sinal
Que não vem
E ao mesmo tempo
Todo o meu corpo
Estremece num soluço
De ansiedade incontida
Mas nada chega
Para me acalmar
Peço baixinho
Que o sono entre
Em minha noite
E me deixe descansar
Sem sonhos, sem pesadelos
Quero apenas
Deitar a cabeça na almofada
E não pensar
Neste sofrimento
Que me aperta o coração…”

Incrível como este poema descreveu tudo o que passei
na noite anterior!

Anúncios

Uma resposta to “Um poema triste…”

  1. Rubens 16 de junho de 2005 às 13:26 #

    ô meu anjinho…
    Dói tanto ver você triste assim…
    Abre seu coração comigo, me diz o q está acontecendo…

    “Moça, olha só
    o que eu te escrevi:
    é preciso força
    pra sonhar e perceber
    que a estrada vai
    alem do que se vê…
    Abre essa porta,
    não se faz de morta,
    diz o que é que foi…”
    (Los Hermanos)

    Bjos no seu coração…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: