Mais complicada do que Perfeitinha…

23 fev

O lamento de lamentar
o que não se pode dar
o desespero de sentir
do peito o coração
se despir

a lembrança ainda criança
a esperança talvez lembrança
vivendo o novo dia
como há muito não fazia

tudo é emoção
tudo é sensação
sentindo a dor
se desfazendo em amor

mas, sempre existe o mas,
condicionando a se aceitar
quando tudo que se quer
é somente se dar

mas o dar pode não ser o bastante
tênue como uma brisa
incontrolável como o mar
quanto mais perto se chega
mais longe ele está

outro amanhã virá
novas emoções outras sensações
e talvez o ontem, que muito prometia
seja o amanhã, que hoje se desvia.

by: Dibruck – 12/10/2002

Webmaster: Bethynha

Um dia ainda escrevo um poema… =\

Anúncios

Uma resposta to “Mais complicada do que Perfeitinha…”

  1. Rubens 24 de fevereiro de 2006 às 11:48 #

    Oi, linda! (viu que agora não esqueço mais que vocativo pede vírgula??? Afinal, tenho vc pra me lembrar, não é?? rsrsrsrs…)

    Achei bem interessante esse poema… mas queria que você me expicasse pessoalmente o significado dele pra vc, ok? =)

    Porque interpretação de um poema pode ser uma coisa bem pessoal, e não tenho certeza se entendi exatamente o que você quis dizer ao postá-lo…. =\

    E pra terminar quero dizer que adoro quando vc posta alguma coisa, adoro poder comentar,e adoro muito também seus comentários no meu blog…

    E amo você, e tô doidim pra chegar aí!!!

    Bjos….

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: