Da série: “Aconteceu em minha vida”!

26 dez

A vida… Tão contraditória!!! Simples e complicada ao mesmo tempo. Será por quê? Ainda não descobri, estou em fase de pesquisa! rsrsrsr

Bem, este fds, fui a JF, e foi muuuuuuito bom… Fui ao cinema assistir a este filme, que confesso, fiquei apavorada com os monstros!!! Mas a história é boa, muito original, e o clima de suspense faz com que o “cachorro” e os “macacos” pareçam mais assustadores do que na realidade são! Fiquei tão apavorada, que até machuquei o braço ao tentar abraçar meu namorado!!! Bati-o no braço da poltrona e está roxo até hoje! rsrsrsrsr…

Isso foi na sexta, pois no sábado, assistimos ao filme: A Casa do Lago, muito bom, com uma de minhas atrizes favoritas, Sandra Bullock, que está divinamente bem no papel da protagonista!

Bem, essa foi uma viagem inesquecível, MARAVILHOSA e ruim ao mesmo tempo, porque, depois de um mês juntos em Manhuaçu, meu amor ficou lá pra trabalhar e estudar de novo… aiai… Mas… foi muito bom enquanto durou essas férias dele!!!!!! ;)

Quando a Chuva Passar…

26 dez

Composição: Ramon Cruz

Pra que falar?
Se você não quer me ouvir
Fugir agora não resolve nada

Mas não vou chorar
Se você quiser partir
Às vezes a distância ajuda
E essa tempestade um dia vai acabar

Só quero te lembrar
De quando a gente andava nas estrelas
Nas horas lindas que passamos juntos
A gente só queria amar e amar
E hoje eu tenho certeza
A nossa história não termina agora
Pois essa tempestade um dia vai acabar

Quando a chuva passar
Quando o tempo abrir
Abra a janela e veja: eu sou o sol
Eu sou céu e mar
Eu sou seu e fim
E o meu amor é imensidão

Só quero te lembrar
De quando a gente andava nas estrelas
Nas horas lindas que passamos juntos
A gente só queria amar e amar
E hoje eu tenho certeza
A nossa história não termina agora
Pois essa tempestade um dia vai acabar

Quando a chuva passar
Quando o tempo abrir
Abra a janela e veja: eu sou o sol
Eu sou céu e mar
Eu sou seu e fim
E o meu amor é imensidão

Quando a chuva passar
Quando o tempo abrir
Abra a janela e veja: eu sou o sol
Eu sou céu e mar
Eu sou seu e fim
E o meu amor é imensidão…

Um pequeno desabafo

26 dez

Este fim de semana não estive muito bem… Realmente estive triste, muito triste! Às vezes, quando fico sensível demais, meus medos afloram… Puxa, e isso me deixa muito triste e insegura!

Não quero ser assim, pôxa! Mas ainda não consegui!

O pior de tudo é que isso me afeta tanto e eu sei a fórmula pra curar toda essa insegurança…

O difícil é colocar em prática!!!

Também, quem falou que a vida ia ser fácil???

Hummm, então é isso!

Livro que estou lendo:

21 jun
HOMENS SÃO DE MARTE , MULHERES SÃO DE VÊNUS
Marcianos dão muita importância ao trabalho, à competência, às conquistas. Venusianas gostam de conversar para criar relações e compartilhar sentimentos. Marcianos são os homens, Venusianas as mulheres, e essas diferenças são apenas algumas na verdadeira teia de divergências que fazem com que os dois sexos não se entendam. Ex-monge, casado, e fino observador dos relacionamento humano, John Gray transformou suas anotações no grande Best-seller do entendimento. Um guia seguro para que o homem entenda, por exemplo, que o desabafo é uma atitude tipicamente feminina. E a mulher perceba que se trancar a sete chaves com seus problemas é uma atitude masculina. Servindo de intérprete entre linguagens diversas, Gray não garante a volt ao Paraíso. Mas aponta o caminho.
Trechos do livro:
“Os homens ficam motivados e fortalecidos quando se sentem necessários. As mulheres ficam motivadas e com autoridade quando se sentem acalentadas.”
“Nos relacionamentos, os homens se retraem e se aproximam, enquanto as mulheres sobem e descem em sua habilidade de amar a si mesmo e aos outros.”
“Enquanto os homens preferem ficar em silêncio e resolver seus próprios problemas, mas mulheres preferem conversar sobre problemas como alivio da situação.”
Necessidades amorosas primordiais de homens e mulheresTipos diferentes de amor, listados lado a lado:
Mulheres precisam receber Homens precisam receber
1. Carinho 1. Confiança
2. Compreensão 2. Aceitação
3. Respeito 3. Apreço
4. Devoção 4. Admiração
5. Validação 5. Aprovação
6. Reafirmação 6. Encorajamento
10 Maneiras para marcar pontos com uma mulher ( o livro possui 101 maneiras ):
1-Ao chegar em casa, encontre-a antes de fazer qualquer outra coisa e dê-lhe um abraço.
2-Tente ouvir e fazer perguntas.
3-Dê-lhe vinte minutos de atenção não solicitada ( não leia jornal ou se distraia durante este tempo ).
4-Planeje um programa com vários dias de antecedência, é preferível ao perguntar na sexta a noite o que ela quer fazer.
5-Faça elogios. Dê atenção.
6-Ofereça-se para ajudar sempre que necessário.
7-Diga “Eu te amo” ao menos duas vezes ao dia.
8-Mostre afeto em público.
9-Ligue para dizer que vai se atrasar; Ligue a qualquer hora para dizer novidades ou “Te amo”.
10-Mostre interesse pelo que ela faz, pessoas com quem se relaciona, etc.
Como as mulheres podem marcar muitos pontos com os homens:
1-Ele comete um erro e ela não diz “Eu falei” ; Ele a desaponta e ela não o pune.
2-Após o homem se isolar, ela lhe dá boas vindas e não o pune ou rejeita. Ela não faz com que ele se sinta culpado.
3-Ela realmente gosta de fazer sexo com ele.
4-Ela compartilha seus sentimentos negativos de uma maneira centralizada, sem culpa-lo ou rejeitá-lo.
5-Ela tem tato e sutileza para expressar sua decepção com algum restaurante, ao saírem de um filme, ou em certas ocasiões.
Preciso aprender muuuuuuuuito ainda! 😉

Special Songs

29 maio

Don’t Speak

No Doubt

You and me
We used to be together
Everyday together always
I really feel
That I’m losing my best friend
I can’t believe
This could be the end
It looks as though you’re letting go
And if it’s real
Well I don’t want to know

Don’t speak
I know just what you’re saying
So please stop explaining
Don’t tell me cause it hurts
Don’t speak
I know what you’re thinking
I don’t need your reasons
Don’t tell me cause it hurts

Our memories
Well, they can be inviting
But some are altogether
Mighty frightening
As we die, both you and I
With my head in my hands
I sit and cry

Don’t speak
I know just what you’re saying
So please stop explaining
Don’t tell me cause it hurts (no, no, no)
Don’t speak
I know what you’re thinking
I don’t need your reasons
Don’t tell me cause it hurts

It’s all ending
I gotta stop pretending who we are…
You and me I can see us dying…are we?

Don’t speak
I know just what you’re saying
So please stop explaining
Don’t tell me cause it hurts (no, no, no)
Don’t speak
I know what you’re thinking
I don’t need your reasons
Don’t tell me cause it hurts
Don’t tell me cause it hurts!
I know what you’re saying
So please stop explaining

Don’t speak,
don’t speak,
don’t speak,
oh I know what you’re thinking
And I don’t need your reasons
I know you’re good,
I know you’re good,
I know you’re real good
Oh, la la la la la la La la la la la la
Don’t, Don’t, uh-huh Hush, hush darlin’
Hush, hush darlin’ Hush, hush
don’t tell me tell me cause it hurts
Hush, hush darlin’ Hush, hush darlin’
Hush, hush don’t tell me tell me cause it hurts

Hummm… mais uma música que eu adoro!

Special Songs

18 maio
Dona

Roupa Nova

Dona desses traiçoeiros
Sonhos, sempre verdadeiros
Oh Dona desses animais
Dona de seus ideais
Pelas ruas onde andas
Onde mandas todos nós
Somos sempre mensageiros
Esperando tua voz
Teus desejos, uma ordem
Nada é nunca, nunca é não
Por que tens essa certeza
Dentro do teu coração
Tan, tan, tan, batem na porta
Não precisa ver quem é
Pra sentir a impaciência
Do teu pulso de mulher
Um olhar me atira à cama
Um beijo me faz amar
Não levanto, não me escondo
Porque sei que és minha
Dona…

Dona desses traiçoeiros…
Sonhos sempre verdadeiros…
Oh Dona desses animais
Dona de seus ideais
Não há pedras em teu caminho
Não há ondas no teu mar
Não há vento ou tempestade
Que te impeçam de voar
Entre a cobra e o passarinho
Entre a pomba e o gavião
Ou teu ódio ou teu carinho
Nos carregam pela mão
É a moça da cantiga
A mulher da criação
Umas vezes nossa amiga
Outras nossa perdição
O poder que nos levanta
A força que nos faz cair
Qual de nós ainda não sabe
Que isso tudo te faz
Dona, Dona…

Não quero ser a dona de ninguém,
a não ser de mim mesma, mas essa
música é tão linda…

Special Songs

17 maio

Inolvidable

Laura Pausini

A veces me pregunto si

yo viviría igual sin ti,
no sé si yo sabré olvidarte.
Y en un instante puedo ver,
que tú eres cuanto yo soñé
inolvidable para mi.
Me pareció otra historia que
el tiempo se llevó con él,
tú no me dejes más
nunca me dejes.
Y mientras más te añoro más
profundo dentro de mí estás,
tú no me dejes más
entérate que ya
jamás te olvidaré
Oigo tu voz y tu alegría,
siguen en mí son todavía
como un tatuaje de mi piel.
Te veo y sé que tú no estás,
te busco y sé que no vendrás,
sobre mis labios siento tu forma de besar
Eres intensamente mío
lo más que tengo y que he tenido,
tú no me dejes másnunca me dejes.
Y mientras más te miro más
de ti me puedo enamorar,
tú no me dejes más
nunca me dejes,
no lo hagas más porque
si miro al cielo
yo siento que serás
inolvidable para mí.
Tú no me dejes más
nunca me dejes.
Inolvidable nada más
y nada menos tú serás,
tú no me dejes más
nunca me dejes.
Y se hace grande y crece en mí
este deseo que sentí
tú no me dejes más,
nunca me dejes.
Y mientras más te añoro más
profundo dentro de mí estás,
tú no me dejes más,
nunca me dejes.
Que sola ya sin ti,
ahora y siempre te veré
en mi mirada
inolvidable.